terça-feira, 29 de julho de 2014

Resenha: Will & Will - John Green e David Levithan


Acabei de ler esse livro, e digo que me surpreendi muito, a dinâmica como tudo acontece é simplesmente sensacional. Eu sou amante dos livros do John Green e acho ele um escritor sensacional. Garanto que esse livro me surpreendeu, porque antes de comprar os livros que eu desejo, faço uma listinha com os livros que mais me interessaram, procuro na internet resenha deles para poder então comprar todos.

Li duas criticas sobre esse livro, uma ruim e uma boa. Então logo fiquei na dúvida sobre ele. Mas ainda bem que eu adquiri ele em minha listinha (no celular). O final é surpreendente e nos faz valorizar mais nossos amigos (não importa qual sua sexualidade, religião e politica), aliás o que importa realmente é o caráter da pessoa e o quanto ela nos torna pessoas melhores. Quando comecei a ler o livro pensei "Ok, já sei qual vai ser o rumo de tudo isso". Conclusão errada, o final foi completamente diferente do que imaginei, até mesmo o corpo todo do livro, a historia é sensacional.

Na história temos dois Will Grayson, por mais que eles tenham o mesmo nome, te garanto que eles não são pessoas parecidas, o jeito que colocaram eles nesse livro foi sensacional, e o bom de tudo é que não tem como confundi-los, cada capitulo é a historia de cada um deles, isso vai alternando, e a escrita são bem diferentes, então de forma alguma tem como confundi-los. (esse foi um dos meus medos também)

O primeiro Will é um garoto que esta terminando o ensino médio, mora com seus pais, e eles acham que eles tem que ter uma vida normal, fazer faculdade, se casar, ter filhos e tudo mais, mas ele não quer isso de imediato, aliás ainda falta mais um ano para ele se formar no ensino médio e não nem um pouco de preocupação dele no momento.

O segundo Will também esta no ensino médio, só que sua sexualidade é diferente do outro will, o que é o mais legal no livro. Sua mãe é divorciada então ele tenta apoiar a mãe de um a tudo. Will (segundo, vamos chama-lo assim) sofre de depressão, então ele toma remédio controlado.

Will (primeiro) não quer se apaixonar por nenhuma menina, mas infelizmente os planos mudam e ele conhece uma menina chamada Jane, a qual faz will ter duvidas sobre sí e se realmente quer ter algo no futuro. Mas o mais legal de todo o livro (so sorry) é o melhor amigo de Will, Tiny Cooper, sinceramente pra mim, ele é o personagem mais legal do livro, eu viajei nele, sério. Ele é gay, e bem feminino, sincero, e muito sentimental, no decorrer do livro vocês vêm como ele é sensacional e tem o sonho de fazer um musical na escola denominado como 'Tiny dancer'. Jane e Tiny também são menores de idade, então eles tem identidade falsas para poder entrar em clubs para assistir show de suas bandas favoritas, Tiny um amigo muito legal, quer juntar Jane e Will, mas talvez Will não queira tanto assim. jane leva ele para fazer uma identidade falsa, para que ele possam o acompanhar nesses seus clubs favoritos, mas acaba que o menino amigo de Jane (vulgo o chapado) faz a identidade errada e ele acaba não conseguindo entrar em um dos eventos, solitário, acaba ficando pra fora do club, e é ai, onde o livro começa a ficar mais legal, porque ele finalmente se encontra com o outro Will Grayson.

Will (segundo) tem uma amiga que é completamente caída por ele (mas ela não sabe que ele é gay), ela quis pegar uma peça nele, se passando por um garoto pela internet com o nome de Isacc, para dar em cima de Will, e ele todo bobo acaba caindo, se apaixona, fica por mais de um ano conversando com ele na internet, até o dia que ele decide que devem de encontrar, Isacc (vulgo Maura) marca um lugar, não muito propicio para eles se encontrarem e ele vai atrás de seu querido amado, mas infelizmente as coisas não dão certo, ou de certa forma digamos que sim, foi ai onde ele encontra o Will Grayson, seu xará.

Muitas coisas depois daquele dia acontece. Confesso que eu achei que já sabia onde ia para essa historia, mas não, eu não sabia mesmo, e foi onde eu fiquei muito mais entusiasmada para terminar ele tão rápido.
Aposto que se vocês lerem esse livro, não vão se arrepender, pois o final ensina muito, com relações entre héteros e gays serem amigos, pessoas que tem um pouquinho de preconceito, quando ler esse livro vai perceber que não é tão difícil se dar bem com as pessoas que são "diferentes" da gente.

Conclusão: Esse livro se trata de amizade e de amor, onde descobrimos que não existem diferença entre héteros e gays, a diferença somos nós que criamos. Amem mais!!