quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Resenha: A Culpa é das Estrelas - John Green


Hoje é dia de resenha, e eu tenho uma lista bem grandinha de livros para serem resenhados, sem contar que já estou formando mais uma lista em meu celular de livro que eu estou querendo comprar. Se vocês tem algum livro favorito, deixem aqui em baixo me dizendo, pois estou querendo dar a louca e sair comprando vários livros para o ano que vem. Eu não ia resenhar esse livro, porque tem muitos blogs que já fizeram e já saiu o filme, mas como ele estava na minha listinha de resenhas para serem feitas aqui no blog, e esse final de semana assisti pela quarta vez o filme, fiquei com muita vontade de resenha-lo.


"A vida não precisa ser perfeita, para o amor ser extraordinário".

Nem preciso dizer nada sobre esse livro né? acredito eu que a maioria das pessoas já leram. Eu sou obcecada pelo John Green, e até agora os livros que eu li dele, eu me apaixonei, ele é um escritor sem igual. A história é contada por Hazel Grace Lancaster, que é uma jovem menina que tem câncer terminal, onde descobriu sua doença a partir de seus 9 anos, e vem lutando contra a doença desde então, fazendo muitos tratamentos. Quando mais velha, a mãe de Hazel e os médicos decidem que a menina precisa ir até um grupo de apoio para jovens que tratam de suas doenças, onde podem fazer amizade e conhecer um pouco mais sobre a luta diária de cada um deles, e encontrarem a força juntos para enfrentar seus problemas no dia-a-dia. Hazel não curti muito a idéia de estar nesse lugar, até que em um belo dia ela encontra Augustus Waters (Gus), onde sofreu um cancêr e teve de amputar sua perna direita. Gus é do tipo de cara que toda garota sonharia em conhecer. Por mais que pareça que o livro seja sobre o câncer, ele retrata a vida de dois adolescentes que vivem com o câncer e encontra uma oportunidade em tudo. Esse livro me fez chorar muito no final dele, e sei que vocês também choraram, pois é impossível não se emocionar. (a não ser que você tenha uma pedra no lugar de seu coração)

Os diálogos são clássicos e apaixonantes, em todo momento estão se divertindo, e enfrentando seus problemas de cabeça erguida, retrata a doença de forma bem sincera, o que nos deixa muito mais conectados com o livro, é possível sofremos as vezes junto com eles, pois é uma história que não se tem como não entrar nela, e viver a vida de cada um deles. Você vai chorar, rir e pedir muito mais. 


Quando eu soube que ia sair o filme, meu Deus eu dei muito pulos, pois o livro entra pra lista dos meus favoritos, e tenho certeza que de muito de vocês. Eu contava os dias para assisti-lo e lógico fui na estreia, e sim eu fui a primeira a entrar na sala do cinema na sessão em que tinha comprado o ingresso. E o que me deixou mais impressionada foi que o filme seguiu muito a linha do livro. cada passo, cada fala foi exatamente igual, claro que teve algumas partes cortadas, e venho dizer que as partes mais impostantes foram mostradas, porque algumas partes realmente acho que não seria necessário ter entrado no filme, como a ex namorado do Gus, no livro ela tem uma parte importante para entendermos mais sobre ele e o que o fez se interessar tanto pela nossa querida Hazel. E na parte em que eles vão para Amisterdã, onde no livro é a nossa Hazel quem vai busca-lo em casa para irem ao aeroporto, e no filme Gus vai busca-la em casa em uma Limosine, eu não sei vocês mas eu SURTEI muito no cinema, e acho que essa adaptação era realmente o que as pessoas queriam ver no filme, onde o deixou muito mais apaixonante. 

Se vocês ainda não leram o livro, mas viram o filme, não se desesperem. Ele é muito fiel ao livro, e eu adoro quando isso acontece, pois era como se eu estivesse lendo o livro, porque as falas são iguais e é impossível você ver as cenas e não lembrar de cada capitulo. Vale muito a pena assistir, se preparem os lencinhos, porque você vai chorar muito no filme, rir, e sem dúvidas suspirar com nossa casal de pombinhos. 


Pra quem quiser começar sua leitura já no clima, resolvi colocar aqui para vocês 10 músicas da trilha sonora do filme para vocês lerem conectados com os personagens. Eu não sei vocês mas eu adoro ler escutando música, o que me faz viver cada momento das palavras das quais eu estou lendo. Então deixo essa sugestão para vocês. 

Ed Sheeran - All of The Stars 


Birdy - Tee Shirt 


M83 - Wait


Charli XCX - Boom Clap


Birdy - Not About Angels


Kodaline - All I Want 


Grouplove - Let Me In 


Lykke Li - No One Never Loved


Ray LaMontagne - Without Words 


Birdy & James Young - Best Shot 



Gostaram? Só apertar o play e boa leitura.