quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Me dê amor.


Quando nossos destinos pareciam entrelaçados, você me fez querer desistir, disse que não podia me ferir.
Vaguei por ai com a dor dentro de mim. Era mais fácil eu ter partido, do que deixar você me quebrar desse jeito, você parecia uma pedra fria, sem sentimentos, como se fosse um profissional em quebrar corações.
Me encontrei no bar, enchendo a minha cara de álcool, enquanto você zombava da minha cara.
Você estava achando legal? vamos ver o quanto legal é quando você se encontrar nessa mesma situação.
Mas, eu espero que um dia, bem no crepúsculo, você saiba o que e amar de verdade, sofra e comece a perceber como a vida é de verdade.
Pegue a mão dela e dê força, amor, para não acabar como eu, sem amor.
Não deixe que seu erro faça com que aconteça tudo de novo, mas você não tem jeito, você sinceramente não tem jeito.
Eu ja sabia,
Eu ja sabia.
Ninguém precisava me contar, pois já sabia que o mundo ia dar voltas. Não esperava ouvir da boca de ninguém e muito menos da sua.
Eu te encontrei no bar, enchendo a cara de cerveja, vejo que cometeu o mesmo erro de novo.
Você não deu amor,
Você não deu amor.
Agora estou de frente ao crepúsculo, de mãos dadas, me sentindo forte, me sentindo amada.
Eu já sabia,
O mundo pode dar voltas, mas você não irá mudar.
Eu já sabia
Você não deu amor
Me encontrei,
Encontrei alguém para me dar amor.