segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Resenha: A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar - Esther Earl


"Apenas seja feliz, e se você não conseguir ficar feliz, faça coisas que o deixem feliz. Ou fique sem fazer nada com as pessoas que o fazem feliz."

Se vocês tem a intenção de ler esse livro, sinceramente preparem os lenços de papel, porque a partir do primeiro momento, você já esta desabando.


Não sei se sou muito sentimental, mas esse livro com certeza me fez chorar. Ele se retrata sobre a vida de Esther (pra quem não sabe, a Esther foi quem inspirou o querido John Green a escrever sobre a Hazel, que inspirou ele a criar o livro "A Culpa é das Estrelas".), onde fica claro que eles querem que você se conecte com a pequena Earl no livro. Logo de começo tem a introdução do John Green, contando como a conheceu, e como foi passar um tempo perto dela, e como ela o inspirou para que ele escrevesse 'A Culpa é das Estrelas', então logo de começo você já desaba, porque pra mim o jeito que ele descreve a coragem dela, em viver com aquelas condições, é um máximo. Sem se preocupar com o que os outros vão falar dela, (aliás, super fã de Harry Potter). A partir do momento em que li na introdução, que o John Green não conseguiu terminar o livro para que Esther pudesse ler, foi onde as lágrimas começaram a rolar.


O livro conta com o texto de Esther, onde ela adora mandar cartas para as pessoas que se ama, seus desenhos, pois ela adorava desenhar em seu diário, e claramente sobre a sua luta contra o câncer. Seu pai até criou um espaço na internet, para descrever para seus familiares e amigos como era a sua luta diária para ajudar a sua filha, entre momentos bons, triste e ruins em que tiveram de passar, por conta do câncer, Deixaram seus empregos, para poder ficar ao lado de sua filha, para que não perdesse nem um segundo se quer de sua vida, enquanto o câncer possibilitasse que ela vivesse.


Lógicamente que a parte mais triste é contar para as pessoas, como era desesperador estar sem sua filha nos braços, então se você é muito sentimental assim como eu, aconselho ler o livro devagar, com calma e com lencinhos do lado, porque lágrimas vão rolar e muito.


Se você é fã de 'A Culpa é das Estrelas', não pode deixar de ler esse livro e conhecer a pessoa que inspirou nosso querido John Green a escrever sobre a nossa querida Hazel Grace Lancaster. 


Conclusão: O livro retrata sobre a vida de uma menina bem jovem que teve problemas pulmonares com o cãncer, que enfrentou muitas coisas, e começou a ver a vida de uma forma bem diferente depois que descobriu a doença. Por isso, pensem um pouco mais sobre a vida de vocês, e vejam que tem pessoas passando por coisas muito piores, do que apenas uma unha quebrada e um coração partido. A vida não é fácil, mas quem tem força de vontade, vai longe!