quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Sobrevivente.



A vida anda difícil e fácil ao mesmo tempo, tenho dias bons e dias ruins, mas ultimamente, estão sendo ruins.

Humanos, animais?

Sobrevivo todos os dias, dia após dia tentando não me afetar com pessoas que não merecem o meu sofrimento, mas é inevitável não se importar quando estão te atacando diretamente. Me pergunto: O que eu fiz? Vocês me conhecem?

Respirando;
Tentando ficar forte;
conseguindo,
Desmoronando!

Nunca estaremos satisfeitos por completo, quando em uma parte a vida parece maravilhosa, a outra parte parece estar totalmente destruída, igual ao cubo mágico.

Tentando sorrir o tempo todo, para que ninguém perceba da dor que carrego por dentro,  na maioria das vezes, me escondo atrás de um bom livro. Horas em meu quarto sozinha, abandonada, deixo até meu celular de lado, para fugir do mundo cruel. Tentando ao máximo me distrair para poder aguentar a dor, as vozes, as risadas aturadas em oito horas por dia.

Seria boba em acreditar em um mundo melhor? Pessoas melhores? Elas existe? Doce ilusão.

Mais um dia começa, melhor eu correr e colocar minha armadura.